Notícias

Valor compartilhado como estratégia de negócio

O conceito de valor compartilhado ainda é relativamente novo na agenda das empresas, mas essencial para garantir o sucesso dos negócios no atual cenário mundial, em que não há mais espaço para modelos corporativos que não respondam aos desafios socioambientais do século XXI.   

“O princípio de valor compartilhado gera um ciclo positivo de prosperidade empresarial e social que torna sustentável o lucro”, diz Michael Porter, professor da Harvard Business School, em famoso artigo publicado em 2011 e usado até hoje como referência no mundo corporativo. 

Como não poderia deixar de ser, a citação foi usada para iniciar debate sobre o assunto na sede da AES. Atentos à importância de debater o tema e manter nossos colaboradores atualizados a respeito das novidades do mercado, promovemos diálogo sobre a criação de valor compartilhado em mais uma edição do programa Música e Saber – iniciativa que busca, periodicamente, incentivar a troca de conhecimentos entre líderes e colaboradores da companhia, além de convidados.

Paulo Camillo Penna, vice-presidente de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade da AES, abriu o encontro. “Encontrar o equilíbrio para atender aos interesses de todos os públicos de relacionamento é a melhor forma de perenizar a presença de um negócio na sociedade moderna, que busca o desenvolvimento sustentável”, disse o executivo, que completou: “O Planejamento Estratégico Sustentável da AES está em constante evolução para compreender e tratar as demandas da sociedade e os possíveis impactos que causamos”. 

Entre outras iniciativas do Grupo que visam à geração de valor compartilhado, Paulo citou os investimentos em gás natural e energia solar, que inclusive foram destaque no Guia Exame de Sustentabilidade 2015​, e o programa Transformação de Consumidores em Clientes, que já regularizou as ligações informais de energia elétrica de mais de três milhões de brasileiros, promovendo cidadania e conscientização a respeito do uso eficiente e seguro da eletricidade.

COLEGAS QUE INSPIRAM
Para enriquecer ainda mais o debate sobre o tema, o Música e Saber – Criação de Valor Compartilhado contou também com a presença de dois executivos de empresas que são consideradas referência no assunto. Marcelo Alonso, diretor de Sustentabilidade da Natura, e Raquel Costa, líder de Asset Management no HSBC, dividiram sua expertise com a plateia.  

“Desde sua criação, na década de 60, a Natura tem uma crença interna na interdependência, que nos faz gerar valor compartilhado e nos coloca na posição de empresa-modelo no setor de sustentabilidade”, conta Marcelo. Como parte de sua estratégia, a companhia lançou recentemente o documento Visão Sustentabilidade 2050, com metas de longo e curto prazo para os próximos 35 anos. “Além de reduzir e mitigar nossos impactos, queremos gerar valor positivo no mundo nas esferas social, ambiental e econômica”, explica o executivo.

Para Raquel, do HSBC, inserir a sustentabilidade na estratégia dos negócios faz com que as empresas ganhem valor de mercado e sejam cada vez mais valorizadas pelos acionistas. “Em 2012, aplicou-se US$ 13 trilhões em SRI (sigla para Investimentos Socialmente Responsáveis), enquanto em 2014 o montante subiu para US$ 21 trilhões. Ou seja, em dois anos registramos aumento de 61% nesse tipo de investimento, o que mostra que os acionistas estão cada vez mais atentos à questão”, explicou a especialista. 

De olho nessa nova tendência, o HSBC já possui política de sustentabilidade que analisa as questões socioambientais de todas as empresas em que investe. “Além disso, buscamos incentivar os corretores a incorporar as informações socioambientais em seus relatórios, junto com os dados financeiros, exatamente como Natura e AES já fazem de forma pioneira no Brasil, com seus relatos integrados”, parabenizou Raquel. 

O evento Música e Saber contou também com apresentação musical das colaboradoras Simone Costa e Patrícia Alves, que arrancaram aplausos da plateia, formada por cerca de 90 convidados, entre vice-presidentes, diretores, gerentes e demais colaboradores da AES.

Quer conhecer toda a trajetória da sustentabilidade na AES? Assista ao vídeo e acesse também nossa História de Sustentabilidade 
© Copyright 2018 Eletropaulo - Todos os direitos reservados